Bakumatsu Kikansetsu Irohanihoheto

4.00 avg. rating (88% score) - 1 vote
Entre a queda do Shogunato e a ascensão da era Meiji, o poder que outrora foi simbolizado pela espada do samurai se desvaneceu e as pessoas buscam uma fonte de poder diferente. Dentre elas, há aqueles que buscam a Hasha no Kubi (Cabeça do Conquistador) para assim ter poder de decidir o futuro do mundo. Porém, o poder de Hasha no Kubi é contrabalançado pela existência do Assassino Eterno, que tem como missão selar este poder nefasto.

Bakumatsu Kikansetsu Irohanihoheto

Titulo: Bakumatsu Kikansetsu Irohanihoheto
Gênero:
 Ação / Drama / Fantasia
Estúdio: Sunrise
Formato: Série de TV / 26 episódios
Ano de produção: 2006

Com uma narrativa de documentário e fazendo uso de alguns fatos históricos, o anime demonstra uma perspectiva interessante da época. Todavia, com o passar do tempo o tom sobrenatural que se insinuava de inicio se sobrepõe ao tom realístico e o enredo começa a perder gradualmente o seu glamour; com o ponto culminante nos 2 últimos episódios, onde parece que o diretor/roteirista perderam totalmente o foco de onde deveriam chegar – ou apenas com pressa para terminar logo a série – e começam a apelar com coisas que surgem perto do fim sem explicação prévia ou consequência posterior, apenas para enfim chegar a uma conclusão qualquer.

O protagonista começa com um jeito estóico de ser e termina praticamente do mesmo jeito. Enquanto que os demais personagens, aliados e inimigos, tampouco possuem algum brilho digno de nota. Ajudam a estória se mover, mas seu próprio desenvolvimento cresce tanto quanto a grama de um dia pro outro.

A arte-final, a princípio, é bem feita, mas decai um pouco próximo do fim. A animação é de boa qualidade, fazendo pouco uso de artimanhas para simular movimento. E o character design é bonito e aparentemente fiel ao vestuário da época. Sobre a trilha sonora, ela é agradável e alterna entre um tom de suspense ou de teor dramático.

Abertura Bakumatsu Kikansetsu Irohanihoheto

4.00 avg. rating (88% score) - 1 vote

Comentários

Facebook