Banner of the Stars

5.00 avg. rating (99% score) - 3 votes
Banner of the Stars

Título: Banner of the Stars
Título alternativo: Seikai no Senki
Gênero: Ficção cientifica
Estúdio: Bandai Visual / Sunrise / WOWOW
Formato: Série de TV / 13 episódios
Ano de produção: 2000

A guerra entre o Império Abh e a Humanidade Unida continua a ser empreendida com uma fúria cruel. Entretanto, ambos os lados são dizimados e promovem um cessar fogo provisório para reconstruir e reorganizar suas forças. Lafiel é agora capitã de uma nave de assalto e Jinto faz parte de sua tripulação. Estes dois haverão de sobreviver na dureza do combate espacial?


Crest of the Stars começou como um épico de ficção cientifica que envolve os personagens Lafiel e Jinto. E Banner of the Stars meramente continua a mostrar a amizade deles enquanto são jogados no meio de uma guerra. Mas não se prende somente aos 2 protagonistas, pois com mais ação, política e estratégias, Banner of the Stars é um épico de guerra, com muito mais inteligência do que força por trás das batalhas.

Embora esta série expande seu enredo ao mostrar alguns humanos convivendo com os Abh’s e fazendo parte de sua frota espacial, as forças da Humanidade Unida são deixadas anônimas. Obviamente que é necessário muito tempo para falar sobre os Abh’s, ainda mais numa pequena série, devido a sua complexa sociedade e cultura, mas isto não chega a ser desculpa para que nunca seja insinuado aos espectadores a forma de pensar do inimigo. Não é mostrado nenhum personagem das frotas da Humanidade Unida, e são deixados como na série anterior: uma organização xenofóbica que instiga a guerra.

Como outra pequena falha a ser dita, a canção de encerramento não combina com a série. Sendo a maior parte da trilha sonora orquestral, a adição repentina de uma canção J-Rock fica meio esquisita.

Para os fãs de ação e de enredos bem elaborados, esta série é altamente recomendada.

Fonte: Oryon
5.00 avg. rating (99% score) - 3 votes

Comentários

Facebook