Fantastic Children

5.00 avg. rating (98% score) - 1 vote
Um grupo de crianças estranhas com cabelos brancos estão procurando por uma menina que é a chave para sua felicidade, e a única pista é um retrato de uma lua crescente. Tohma é uma criança que vive com os seus pais em uma ilha distante, tentando fazer amigos e achar o significado para a sua vida. Helga é uma orfã que desesperadamente busca um lugar onde verdadeiramente possa pertencer. O encontro entre eles mudará suas vidas para sempre.

 

Titulo:Fantastic Children
Gênero:
 Drama / Romance
Estúdio: Nippon Animation
Formato: Série de TV / 26 episódios
Ano de produção: 2004>2005

Existem tempos na carreira de um diretor quando você nota que um projeto particular se torna um trabalho de amor, a sua criança favorita. Spielberg teve a Lista de Schindler, Otomo teve Akira e Anno teve Evangelion.Depois de assistir ao último dos 26 episódios de Fantastic Children, o espectador saberá que este foi o projeto da vida de Nakamura Takashi. Ele esteve envolvido em vários lugares: da direção e criação da história ao character design. O resultado fica óbvio pelo nível de coerência deste anime, da maneira que não existe nenhuma divergência estranha, explicações forçadas e tampouco um final apressado. E esta série veio no tempo certo em sua carreira… depois de trabalhar como Key Animation nos movies “Nausicaä of the Valley of Wind” e “Macross: Do You Remember Love?”,  Chief animator em Akira e direção em Robot Carnival, Nakamura adquiriu a experiência necessária para fazer este trabalho excepcional.
È evidente que Fantastic Children foi planejado para ser rememorativo aos animes de outrora, e as escolhas para tal foram perfeitas. Primeiro foi a utilização do Nippon Animation, um estúdio já veterano, responsável por animes como Akage no Anne de 1979. Mas para não dizer que a animação pareça datada, a computação gráfica foi frequentemente usada, mas de forma simplista em natureza; éfeita para dizer a história, mas não para distrair o público. Por seguinte, a trilha sonora em geral possui a cadência e ritmo tão tipicos de animes dos anos 80. E, finalmente, a história propriamente dita, possui um estilo narrativo clássico com cliffhangers depois de cada episódio. Todos os personagens importantes conseguem tempo suficiente na tela para apelar para o público.

Obviamente, o uso de um estilo clássico tem um efeito colateral: compasso e character design. Este é um anime que definitivamente não apelará para aqueles procurando por algo mais frenético, no passo de Love Hina e Furi Kuri, desde que ele usa diálogo mais do que elementos visuais para dizer a história. O character design poderá desagradar para aqueles acostumados a um visual mais moderno, desde que este anime é mais íntimo aos personagens de séries dos anos 60 como Cyborg 009 do que uma série atual como Code Geass.

Mas para quem almeja um enredo e uma caracterização igualmente rica, Fantastic Children é a escolha perfeita para se assistir.

Cinemática (Material Não pertencente a Senpai animes)

Fonte: Oryon
5.00 avg. rating (98% score) - 1 vote

Comentários

Facebook